Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

CHAMUSCA LIMPA RIOS NAS ZONAS ARDIDAS

Os rios e ribeiros que atravessam os aglomerados urbanos da Chamusca atingidos pelos fogos estão a ser limpos, para evitar o arrastamento de materiais que impeçam o rápido escoamento das águas, em caso de chuva.
7 de Setembro de 2003 às 00:00
Os fogos devastaram dois terços da área florestal
Os fogos devastaram dois terços da área florestal FOTO: Jordi Burch
Esta "intervenção de emergência" abrange as ribeiras Senhora das Dores, das Descobertas, do Casal Velho e do Seixo, para além das valas das escolas e de Ulme, nas freguesias de Chamusca, Carregueira, Pinheiro Grande, Ulme e Vale de Cavalos.
Segundo Sérgio Carrinho, presidente da Câmara Municipal da Chamusca, a intervenção tem por objectivo "a limpeza dos leitos, dada a possibilidade de, com as primeiras chuvas, se verificarem arrastamentos de materiais que possam impedir o rápido escoamento das águas".
Os fogos florestais causaram a morte a duas mulheres, destruíram 25 casas, desalojaram 37 pessoas e devastaram 22 020 hectares, o que representa mais de um terço da área florestal do concelho.
Estão já a ser reconstruídas três habitações, em Pinheiro Grande e Vale de Cavalos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)