Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Chefes de rede de tráfico na cadeia

Os líderes da rede de tráfico de droga desmantelada no domingo em Rio Tinto vão aguardar julgamento na cadeia. Após dois dias de interrogatórios, o juiz de instrução criminal do Tribunal de Gondomar decretou prisão preventiva para seis dos 15 elementos detidos: quatro mulheres e dois homens que fazem parte da mesma família e moram no Bairro do Lagarteiro, em Campanhã, Porto.

18 de Fevereiro de 2009 às 00:30
A chegada da carrinha celular com os detidos ao tribunal exaltou os ânimos dos inúmeros familiares à porta
A chegada da carrinha celular com os detidos ao tribunal exaltou os ânimos dos inúmeros familiares à porta FOTO: Sónia Caldas

‘Gadelhas’, o cabecilha, foi conduzido para a prisão assim como o pai e a mãe, que estava em liberdade condicional após ter cumprido sete anos de uma pena de dez anos e meio. O pai já esteve preso por tráfico e o filho – detido à saída da cadeia anexa da PJ onde cumpria pena ao fim-de-semana – já foi condenado por sequestro e tráfico.

A notícia de que iriam ficar presos inflamou os ânimos à porta do tribunal. A presença de vários familiares e amigos exaltados obrigou à mobilização de dezenas de elementos do Corpo de Intervenção. Quando os detidos chegaram, pelas 15h00, os jornalistas foram empurrados e insultados.

Na acção da Esquadra de Investigação Criminal de Rio Tinto foram apreendidas mais de 15 mil doses de haxixe, 400 de heroína, 10 doses de cocaína e 30 de liamba. Três mil euros, três pistolas, computadores, balanças e facas foram também confiscados em mais de uma dezena de buscas a casas e a um restaurante em Fânzeres.

A irmã do cabecilha saiu ontem em liberdade. Anteontem já haviam sido libertados dois indivíduos por terem menor envolvimento na rede. Os restantes foram sujeitos a apresentações semanais e bissemanais na polícia local.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)