Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

CHOQUE DESFAZ FAMÍLIA

Três pessoas da mesma família, de Loulé, morreram ontem em resultado de uma violenta colisão entre um pesado de mercadorias e uma viatura ligeira, ocorrida pelas 09h35 na EN18, perto de Évora.
11 de Setembro de 2003 às 00:00
CHOQUE DESFAZ FAMÍLIA
CHOQUE DESFAZ FAMÍLIA FOTO: Alexandre Silva
No automóvel viajavam, além das vítimas mortais – Carlos e Lucília Silva (marido e mulher, de 37 e 35 anos, respectivamente) e a mãe desta, Maria Fernandes, de 60 –, e dois filhos menores do casal, que escaparam com vida do acidente.
O mais novo, um miúdo de sete anos, foi encontrado pelos bombeiros “sem grandes ferimento” no banco traseiro do automóvel, marca Fiat Tempra. A filha, uma rapariga de 10 anos, foi cuspida da viatura, tendo ficado a três metros desta, junto a uma vala lateral da estrada que liga as cidades de Estremoz e Évora.
“A jovem tinha ferimentos graves e estava em choque. Apresentava bastantes fracturas”, revelou fonte dos bombeiros daquela última cidade.
Tanto os pais, residentes há nove anos em Clareanes, Loulé, como a avó, residente em Oliveira do Hospital, tiveram morte imediata. O condutor do pesado, um jovem de 23 anos, sofreu ferimentos ligeiros. Todas as vítimas foram transportadas para o Hospital Distrital de Évora.
AS CAUSAS
O acidente teve lugar junto à Associação do Cantinho dos Animais, a cerca de seis quilómetros daquela cidade. Apesar de a Nacional 18 ser uma estrada com movimento, não houve uma única testemunha, indicou ao CM o comandante interino da BT da GNR de Évora, Celestino Ourives.
A família seguia no sentido Évora/Estremoz e o condutor do pesado no sentido contrário. Este terá entrado em despiste, devido a sonolência ou excesso de velocidade, e foi embater no automóvel na faixa contrária. Com a violência do choque frontal, o pesado ficou tombado.
Segundo uma vizinha do casal falecido, a vítima mais velha deste acidente tinha estado a passar uns dias na casa da filha e ontem o casal e as crianças “iam levá-la a casa”.
No local, estiveram duas corporações de bombeiros com um total de 22 elementos e dez viaturas. A estrada esteve cortada ao trânsito durante duas horas num dos sentidos.
ESTADO CRÍTICO
A jovem de 10 anos foi levada de helicóptero para o Hospital Garcia e Orta, em Almada, com fracturas graves. O irmão está sob vigilância no serviço de pediatria do Hospital de Évora.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)