Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Choque entre mota e carro mata estafeta e acaba em confronto em Lisboa

Motociclo embateu numa viatura e vítima foi projetada para a estrada. Várias pessoas identificadas depois de conflito com PSP.
Joana Rita de Almeida 18 de Abril de 2021 às 09:47
Aparato policial: cerca de onze carros da PSP e vários agentes desmobilizaram conhecidos da vítima em Lisboa
Aparato policial: cerca de onze carros da PSP e vários agentes desmobilizaram conhecidos da vítima em Lisboa
Aparato policial: cerca de onze carros da PSP e vários agentes desmobilizaram conhecidos da vítima em Lisboa
Renan Dias, vítima mortal do acidente
Aparato policial: cerca de onze carros da PSP e vários agentes desmobilizaram conhecidos da vítima em Lisboa
Aparato policial: cerca de onze carros da PSP e vários agentes desmobilizaram conhecidos da vítima em Lisboa
Aparato policial: cerca de onze carros da PSP e vários agentes desmobilizaram conhecidos da vítima em Lisboa
Renan Dias, vítima mortal do acidente
Aparato policial: cerca de onze carros da PSP e vários agentes desmobilizaram conhecidos da vítima em Lisboa
Aparato policial: cerca de onze carros da PSP e vários agentes desmobilizaram conhecidos da vítima em Lisboa
Aparato policial: cerca de onze carros da PSP e vários agentes desmobilizaram conhecidos da vítima em Lisboa
Renan Dias, vítima mortal do acidente
Renan Dias, um estafeta de transporte de comida, com cerca de 20 anos, morreu na sequência de uma colisão na sexta-feira, na avenida Carlos Pinhão, em Lisboa. A mota onde o homem seguia embateu num carro quando passava um cruzamento. Devido à forte colisão, o estafeta acabou projetado para a estrada, sofrendo ferimentos graves. Os Sapadores Bombeiros de Lisboa foram acionados às 20h53 e prestaram socorro ao ferido ainda no local. O INEM transportou depois a vítima para o hospital, onde esta acabou por morrer.

Segundo o CM apurou junto de fonte oficial, após saberem da morte de Renan Dias, vários amigos e familiares da vítima mortal deslocaram-se à zona do acidente e foi nessa altura que terão começado os desacatos. Um dos amigos da vítima terá tentado agredir o condutor do carro que colidiu com a mota do estafeta. A patrulha da PSP que estava no local a prestar assistência nas operações de socorro foi obrigada a intervir e um agente acabou por ser empurrado para o chão. Foram pedidos vários reforços para ajudar a patrulha, o que resultou num dispositivo de cerca de onze veículos da PSP a bloquear a avenida.

Algumas pessoas envolvidas nos desacatos foram identificadas. Apesar do aparato policial, e da ação mais musculada, não há registo de detenções.
morte polícia questões sociais crime lei e justiça Sapadores Bombeiros INEM PSP Renan Dias Lisboa
Ver comentários