Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Ciclista cai ao Douro ao desviar-se de cão

Homem sofreu ferimentos graves na cabeça, peito e costelas e está hospitalizado.
Nelson Rodrigues 27 de Agosto de 2017 às 09:12
Carminda do Pescador viu a vítima, de 45 anos, na zona das rochas do rio Douro, após queda de seis metros
Carminda do Pescador viu a vítima, de 45 anos, na zona das rochas do rio Douro, após queda de seis metros
Carminda do Pescador viu a vítima, de 45 anos, na zona das rochas do rio Douro, após queda de seis metros
Carminda do Pescador viu a vítima, de 45 anos, na zona das rochas do rio Douro, após queda de seis metros
Carminda do Pescador viu a vítima, de 45 anos, na zona das rochas do rio Douro, após queda de seis metros
Carminda do Pescador viu a vítima, de 45 anos, na zona das rochas do rio Douro, após queda de seis metros
O homem, de 45 anos, seguia com o cunhado num passeio de bicicleta na rua da Praia, na Afurada, em Vila Nova de Gaia, ontem de manhã, quando foi surpreendido por um cão vadio. Ao tentar desviar-se do animal, em circunstâncias que ainda não estão totalmente claras, o ciclista embateu num muro e caiu para uma zona de rochas no rio Douro, que estava com maré vaza, de uma altura de seis metros. O homem sofreu ferimentos graves na cabeça, peito e costelas e foi transportado para o hospital de Gaia.

O alerta para o acidente foi dado por volta das 11h00. O homem seguia no sentido Ponte da Arrábida/Afurada. "Não se sabe se ele se desviou do cão para não o atropelar com a bicicleta, se ficou assustado ao vê-lo assim de repente ou se ele os atacou. Quando aqui cheguei ele já tinha caído e estava nas rochas. Tinha muito sangue na cabeça e estava cheio de frio. Deve ter-se magoado bem porque apesar de estar consciente, não falava", contou ao CM Carminda do Pescador, moradora na Afurada.

O socorro ao ciclista, que reside em Santa Maria da Feira, foi prestado pelos Sapadores de Gaia e pelos bombeiros de Coimbrões. Para resgatar o homem foi necessário recorrer a uma Equipa de Salvamento em Grande Ângulo. "A vítima estava colaborante mas tinha perdido a noção do tempo, pois bateu com a cabeça nas rochas e perdeu algum sangue", referiu fonte dos bombeiros. O cão vadio fugiu depois do local. A PSP registou a ocorrência.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)