Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Cinco acusados por 39 assaltos em garagens coletivas de 14 localidades do Norte

Factos ocorreram entre 27 de abril de 2016 e 22 de janeiro deste ano.
30 de Outubro de 2018 às 14:11
Ministério Público
Ministério Público
Tribunal
Ministério Público
Ministério Público
Tribunal
Ministério Público
Ministério Público
Tribunal
O Ministério Público acusou cinco pessoas, duas delas em prisão preventiva, por envolvimento em 39 assaltos a garagens coletivas de 14 localidades do Norte, anunciou esta terça-feira a Procuradoria-Geral Distrital (PGD) do Porto.

Os factos ocorreram entre 27 de abril de 2016 e 22 de janeiro deste ano, tendo o Ministério Público considerado indiciado que dois dos arguidos levaram a cabo, de modo reiterado, assaltos a garagens coletivas, de onde retiravam peças dos veículos que aí se encontravam, nomeadamente pneus e jantes.

Levavam também artigos no interior dos veículos - designadamente ferramentas, óculos de sol, máquinas fotográficas, e outros objetos pessoais.

"Às vezes, levavam os próprios veículos", acrescenta a PGD, citando a acusação.

Os arguidos, que entravam nas garagens geralmente por estroncamento das fechaduras das respetivas portas, efetuaram assaltos destes em Felgueiras, Santa Maria da Feira, Maia, Valongo, Paredes, Matosinhos, Gondomar, Lousada, Paços de Ferreira, Rio Tinto, Porto, Vila Nova de Gaia, Penafiel e Trofa.

Estão acusados pela prática, em coautoria, de 39 crimes de furto qualificado.

Uma terceira pessoa arguida, a companheira de um dos alegados assaltantes, está acusada por um crime de auxílio material.

Segundo a acusação, esta mulher conduziu o companheiro aos locais combinados "para início da atividade de assalto, colaborou no transporte dos produtos subtraídos e na sua dissimulação e atendeu clientes interessados nestes produtos, na sequência de anúncios colocados em plataformas digitais de venda online".

Aos dois restantes arguidos é imputada a prática, em coautoria, de um crime de recetação.

Isto porque terão comprado a um dos outros arguidos, por 8.450 euros, um conjunto subtraído de jantes e pneus "com valor de mercado nunca inferior a 30 mil euros".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)