Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Cinco crianças vítimas de agressão por semana

Cinco crianças até aos dez anos foram vítimas, por semana, de maus tratos físicos ou psicológicos, em 2006. De acordo com os dados da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV), das 6772 vítimas acompanhadas no último ano, 249 tinham entre zero e dez anos, a que se juntam 244 crianças e jovens com idades entre os 11 e os 17 anos. Ou seja, quase 500 crianças e jovens foram vítimas de maus tratos no último ano, o que representa mais de sete por cento do total das vítimas, percentagem similar à registada no ano anterior.
18 de Março de 2007 às 00:00
As crianças e jovens representam 7,3 por cento do total de vítimas acompanhadas pela APAV
As crianças e jovens representam 7,3 por cento do total de vítimas acompanhadas pela APAV FOTO: Marta Vitorino
Segundo os números da APAV, 43 autores de crimes eram menores de idade, dois dos quais tinham menos de onze anos. Em relação ao tipo de crimes, registaram-se três casos de prostituição de menores e oito de lenocínio. Entre as 6772 vítimas, 530 eram estudantes.
Em 2006, a APAV recebeu 7935 processos e acompanhou 6772 vítimas, que foram alvo de 15 758 crimes, mais 1387 do que em 2005.
A grande maioria dos crimes (85 por cento) ocorreu no âmbito de situações de violência doméstica: 4227 foram maus tratos físicos e 4376 maus tratos psíquicos. Registaram-se ainda 54 situações de subtracção de menores, 105 casos de violação de obrigação de alimentos e 104 de abuso sexual. A APAV registou ainda 141 situações de violação em ambiente doméstico. Em 18,2 por cento dos 15 758 crimes registados, a vítima era filho/filha do autor do crime. No total do ano passado, a APAV registou 22 casos de homicídio – duas das vítimas tinham menos de 18 anos.
Cinco em cada dez pessoas que foram alvo de violência e que pediram ajuda à APAV não apresentaram queixa junto das autoridades competentes – apenas 2449 dos 6772 processos foram alvo de queixa/denúncia junto das entidades competentes, das quais 1410 na PSP, 772 na GNR, 145 no Ministério Público e 56 na Polícia Judiciária.
A VIOLÊNCIA ACOMPANHADA PELA APAV
115 ATÉ AOS 5
Segundo os dados registados em 2006 pela APAV, 60 das vítimas tinham até três anos, a que se juntaram 55 crianças com quatro e cinco anos. Dos 6 aos 10 foram 134 as vítimas de agressões físicas ou psicológicas.
465 IDOSOS
Das 6772 vítimas acompanhadas pela APAV, 465 tinham 65 ou mais anos. Entre os 56 e os 64 anos, registaram-se 429 vítimas de agressões. Quanto aos autores do crime, 35 por cento tinha entre 26 e 55 anos.
50% CASADO
48,5 por cento das vítimas (3283) eram casadas na altura do crime. Havia 1221 solteiros, 925 a viver em união de facto e 631 divorciados/separados. Registaram--se ainda 219 situações de crime contra viúvos/as.
Ver comentários