Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Cinco detidos por corrupção em Coimbra

Funcionário das Finanças recebia para eliminar dívidas.
Paula Gonçalves 7 de Fevereiro de 2020 às 08:53
PJ do Centro deteve cinco homens, entre os 48 e os 67 anos
PJ do Centro deteve cinco homens, entre os 48 e os 67 anos FOTO: Ricardo Almeida
Um funcionário da Autoridade Tributária, um contabilista e três empresários, entre os 48 e os 67 anos, integravam uma rede que resolvia problemas fiscais de empresas, a troco de dinheiro, lesando o Estado em milhares de euros. Após mais de um ano de investigação, os suspeitos foram detidos pela Polícia Judiciária do Centro, tendo começado esta quinta-feira a ser ouvidos no Tribunal de Instrução Criminal de Coimbra.

O técnico da administração tributária, de 60 anos, exercia funções na Direção de Finanças de Coimbra. Está indiciado por beneficiar empresas com dívidas ao Fisco, recebendo contrapartidas monetárias.

Com acesso privilegiado à base de dados da Administração Fiscal, o arguido terá feito requerimentos e contestado decisões, recorrendo a documentos falsos, para eliminar dívidas ou conseguir adiar decisões, levando a que os processos prescrevessem.

Os restantes arguidos, de Coimbra e Lisboa, dedicavam-se a angariar contribuintes, sobretudo empresas, do Centro e do estrangeiro, com problemas fiscais. O grupo exigia que as contrapartidas fossem pagas em dinheiro.

PORMENORES
Buscas a advogados
A PJ do Centro fez 29 buscas em Lisboa, Leiria e Coimbra, duas das quais em escritórios de advogados.

Cinco crimes
Os arguidos estão indiciados pelos crimes de corrupção passiva e ativa, falsificação de documentos, branqueado, acesso ilegítimo qualificado e fraude fiscal qualificada.

Outro processo
O funcionário das Finanças está envolvido em mais um processo, em Lisboa, em que são também arguidos outros técnicos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)