Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Cinco indivíduos apanhados a furtar gasóleo

A GNR deteve em flagrante delito cinco indivíduos a furtarem gasóleo de uma máquina das obras do IP2, na zona de Torre de Moncorvo, no distrito de Bragança.
29 de Abril de 2011 às 12:25
GNR apanhou cinco indivíduos em flagrante delito
GNR apanhou cinco indivíduos em flagrante delito FOTO: d.r.

Uma patrulha da guarda de Torre de Moncorvo constatou na passada quinta-feira, por volta das 23 horas, mais um furto a uma máquina nas obras do IP2 que, junto com o IC5, faz parte da concessão do Douro Interior. Desta vez tratava-se de uma máquina giratória, propriedade da firma Mota Engil, que se encontrava aparcada na zona, próxima do cruzamento da Junqueira em Torre de Moncorvo.

Os autores do furto residem na zona de Vila Verde da Raia, em Chaves, têm idades entre os 15 e os 24 anos e foram detidos, embora um deles tenha sido libertado por ser menor.

De acordo com o responsável pelas relações públicas da GNR de Bragança,  Rui Pousa, ainda recentemente no dia 22 de abril, a GNR fez outra apreensão do género mas em maior volume, recuperando 1300 litros de gasóleo que tinham sido furtados de um máquina das obras do IC5, em Mogadouro.

Os autores do furto foram três indivíduos, um dos quais trabalhava na construção da estrada.

O responsável pelas relações públicas da GNR de Bragança, adiantou qu este tipo de furto tem sido recorrente nas obras das novas estradas do Nordeste Transmontano, incluindo na autoestrada Transmontana.  O gasóleo furtado serve para uso próprio dos assaltantes ou é vendido a preços abaixo do mercado por "60 ou 70 cêntimos" enquanto que o litro custa oficialmente um euro e quarenta cêntimos.

Os indivíduos detidos quinta-feira à noite serão presentes hoje ao tribunal de Torre de Moncorvo para primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação.

GNR furto de gasóleo Torre de Moncorvo bragança
Ver comentários