Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Encontrada rede dos pescadores desaparecidos

Tragédia ao largo da Praia das Maçãs, Sintra. Os náufragos residem na Póvoa de Varzim, Caxinas e em Vila do Conde. (Atualização ao minuto)
14 de Janeiro de 2015 às 07:14
Novo chefe do Estado-Maior da Força Aérea tomou posse para mandato de três anos
Novo chefe do Estado-Maior da Força Aérea tomou posse para mandato de três anos FOTO: Tiago Petinga/Lusa

Cinco pescadores estão desaparecidos na sequência de um naufrágio ocorrido na madrugada desta quarta-feira ao largo da Praia das Maçãs, Sintra. Um pescador de 27 anos conseguiu nadar até à praia e deu o alarme. Foi assistido no hospital e já teve alta. 

A embarcação 'Santa Maria dos Anjos' tinha saído de Peniche pelas 21h30 de terça-feira e era previsto chegar a Cascais por volta das 04h00 desta quarta-feira. As buscas decorrem entre a Praia Grande e a Praia da Aguda, contando com uma corveta da Marinha, um helicóptero da Força Aérea, elementos da Marinha, GNR e os bombeiros de Colares e de Almoçageme.

14h58: As autoridades vão tentar retirar esta tarde do areal a rede encontrada na praia Grande, informou fonte da capitania do porto de Cascais. "Vamos tentar retirar a rede do areal, com uma máquina por acesso da praia, e levá-la para um local onde possa ser verificada", disse à agência Lusa o comandante da capitania do porto de Cascais, Mário Domingues.


A rede de grandes dimensões, avistada na zona de rebentação com algumas estruturas metálicas, pneus e bocados de madeira, pertencerá ao barco de pesca "Santa Maria dos Anjos", que naufragou na madrugada de quarta-feira.

12h12: As autoridades responsáveis pelas buscas dos cinco pescadores desaparecidos desde quarta-feira acreditam que a rede encontrada no mar na praia Grande pertence à embarcação que naufragou perto da praia das Maçãs, em Sintra, disse fonte da capitania. "Há uma rede de grandes dimensões na zona de rebentação da Praia Grande e tudo leva a crer que possa ser da embarcação", contou à agência Lusa o comandante da Capitania do Porto de Cascais, Mário Domingues.


As redes foram avistadas na Praia Grande por uma senhora que alertou a Polícia Marítima (PM) por volta das oito da manhã. "É uma rede grande, com algumas estruturas metálicas, e esperamos conseguir retirá-la do mar tão rápido quanto possível", acrescentou Mário Domingues, explicando que foi necessário "montar um dispositivo próprio" para esta operação.

18/01/2015 - 08h08 - Popular alerta as autoridades para a presença de uma rede de pesca no mar, na zona da Praia Grande, a cerca de dois quilómetros do local onde se terá dado o naufrágio (ao largo da Praia das Maçãs)

18h40: As autoridades vão retomar, na manhã de domingo, as buscas dos cinco pescadores da embarcação que naufragou ao largo da praia das Maçãs, Sintra, após mais um dia sem resultados, disse fonte da capitania do porto de Cascais. "Demos por concluídas as buscas pelas 17h00 e, infelizmente, não tivemos qualquer resultado positivo", explicou à agência Lusa o comandante da capitania do porto de Cascais, Mário Domingues.

17/01/2015 - 08h42: As buscas pelos cinco pescadores da embarcação que naufragou ao largo da praia das Maças, em Sintra, foram retomadas às 8h00 deste sábado com patrulhas de terra, disse fonte da capitania do Porto de Cascais. "Temos previsto montar patrulhas de terra a partir das 8h00", contou à Lusa Mário Domingues, comandante da capitania do porto de Cascais, acrescentando que ainda não há confirmação da presença de meios aéreos ou navais: "eventualmente, serão acionados caso apareça algum corpo numa zona de difícil acesso".

Para o local estão destacados elementos da Polícia Marítima, bombeiros voluntários de Colares e Almoçageme e a Proteção Civil.

19h00: As buscas para encontrar os cinco pescadores da embarcação que naufragou ao largo da praia da Maçãs, concelho de Sintra, vão prosseguir durante o fim de semana, assegurou esta sexta-feira o comandante da capitania do porto de Cascais, Mário Domingues. "As buscas prosseguem de acordo com um plano básico, através de meios motorizados e apeados em terra, com o dispositivo ajustado segundo as possibilidades do momento", explicou à agência Lusa Mário Domingues. A forte agitação marítima que se registou durante esta sexta-feira condicionou as buscas, retomadas pelas 08h00 com duas dezenas de bombeiros de Colares e de Almoçageme e elementos da Polícia Marítima, apoiados pela corveta "Batista de Andrade" e por um helicóptero Kamov da Proteção Civil.

"Avistou-se na zona do Magoito o que parecia ser destroços da embarcação, uns barrotes de madeira, mas não foi possível determinar se pertenciam ao barco", revelou Mário Domingues, acrescentando que a forte agitação do mar também não permitiu a recolha de "umas lonas e um colete" avistado na mesma zona.

16/01/2015 - 08h56: As buscas para encontrar os cinco pescadores foram retomadas cerca das 08h00 desta sexta-feira, disse o comandante Mário Domingues, da Capitania do porto de Cascais. "Já estamos reposicionados com a corveta 'Batista de Andrade', que já está na área de operações, vamos ter o helicóptero da Proteção Civil às 09h00 e temos em terra elementos dos bombeiros Voluntários de Colares, da Proteção Civil de Sintra e da Polícia Marítima nas praias e arribas", disse à agência Lusa o comandante Mário Domingues. De acordo com o mesmo responsável, verifica-se uma forte agitação marítima na zona, o que está a dificultar as buscas. "Acho que, por causa da forte agitação marítima, os corpos devem estar presos em algumas arribas, enseadas ou grutas, devem estar a ser empurrados pelas condições do mar que se verificam. Por isso, duvido que possamos ter resultados positivos no dia de hoje e amanhã [sábado]", adiantou.

18h48: O mau tempo está a condicionar as buscas pelos cinco pescadores da embarcação que naufragou ao largo da praia das Maçãs, em Sintra, desconhecendo-se ainda os meios de salvamento para sexta-feira, disse hoje à Lusa o porta-voz da Marinha. 

"Por hoje já terminaram as buscas e o mau tempo dificultou o trabalho de salvamento, por isso é que estamos ainda a avaliar com que condições serão retomadas as operações amanhã [sexta-feira]", afirmou o comandante Paulo Vicente, ao final da tarde. O porta-voz da Marinha esclareceu que as buscas desta quinta-feira só foram feitas com apoio aéreo da parte da manhã, devido à intensidade da chuva durante a tarde. "Ainda não sabemos se amanhã [sexta-feira] as buscas terão apoio aéreo ou só se serão feitas por meio terrestre", acrescentou.

Dia 15/01/2015 - 07h45: As buscas pelos cinco pescadores da embarcação que naufragou na quarta-feira ao largo da Praia das Maçãs, no litoral de Sintra, foram retomadas na manhã desta quinta-feira. O porta-voz da Marinha disse que a forte agitação marítima que se faz sentir naquela zona poderá condicionar as buscas, sobretudo os meios marítimos envolvidos. O helicóptero vai manter-se, pelo menos, até às 13h00.

19h40: As buscas de cinco ocupantes da embarcação de pesca que naufragou ao largo da praia das Maçãs, no litoral de Sintra, vão ser retomadas na quinta-feira de manhã, informou fonte do comando dos bombeiros. "As buscas foram suspensas pelas 18h15 e vão ser retomadas amanhã [quinta-feira], a partir das 07h30, com os mesmos meios", explicou à agência Lusa uma fonte do comando dos bombeiros instalado na praia das Maçãs.

18h29: Os grupos parlamentares com assento na Assembleia da República manifestaram solidariedade com as famílias dos pescadores desparecidos do naufrágio da embarcação "Santa Maria dos Anjos", ocorrido esta madrugada em Sintra. Os deputados abordaram o tema esta tarde, quando debatiam Projetos de Resolução sobre a necessidade de intervenções nos portos de pesca nacionais, nomeadamente da Póvoa de Varzim e Vila do Conde, de onde eram naturais todas as vítimas do naufrágio.

18h15: Buscas pelos pescadores desaparecidos suspensas.

17h17: Dos cinco pescadores que ainda não foram localizados, três são naturais da Póvoa de Varzim, um de Vila do Conde e um outro é o cidadão ucraniano. Os náufragos residem na Póvoa do Varzim, em Vila do Conde e nas Caxinas, uma localidade entres duas cidades que alberga uma das maiores comunidades piscatórias do país.



















Sobrevivente à saída da capitania do porto de Cascais


16h55: 
O sobrevivente do naufrágio sai da capitania do porto de Cascais onde esteve a ser ouvido pela Polícia Marítima. O homem tinha sido encaminhado para a capitania do porto de Cascais para informar as autoridades de mais detalhes sobre este acidente.

16h44: O secretário de Estado do Mar, Manuel Pinto de Abreu, assegurou esta quarta-feira que tudo está a ser feito para encontrar os cinco pescadores desaparecidos no naufrágio. "Os meios e a procura dos desaparecidos estão a ser levadas a cabo pelas entidades competentes de busca e salvamento marítimo, e, portanto, está tudo a ser feito para que aqueles que se encontram desaparecidos possam ser encontrados o mais rapidamente possível", disse Manuel Pinto de Abreu à agência Lusa.




















Elementos da Guarda Civil durante a operação de buscas pelos tripulantes desaparecidos (Foto: Tiago Petinga/Lusa)


16h39:
 Os familiares dos pescadores da embarcação "Santa Maria dos Anjos", partiram esta tarde para o local do acidente. Apesar de muito abalados, os familiares, que viajam acompanhados pela presidente da Câmara de Vila do Conde, Elisa Ferraz, e pela vereadora da Câmara da Póvoa de Varzim Lucinda Delgado, mantêm a esperança de que os pescadores ainda podem ser resgatados com vida.


10h44: Parte da estrutura da embarcação naufragada esta madrugada no litoral de Sintra foi encontrada a sul da praia das Maçãs, informou o comandante da Capitania do Porto de Cascais. "A estrutura do barco foi encontrada pela embarcação da estação salva-vidas e está a ser recolhida para a corveta Batista de Andrade", revelou Mário Domingos, comandante da Capitania do Porto de Cascais.


10h35: Cinco dos pescadores que seguiam na embarcação que naufragou na Praia das Maçãs são de Vila do Conde e de Póvoa de Varzim, informou o presidente da associação Pró-Maior Segurança dos Homens do Mar. Segundo José Festas, na embarcação seguia ainda um outro pescador, de origem ucraniana.

09h40: A missão de resgate no terreno conta com elementos da Marinha, GNR e os bombeiros de Colares e de Almoçageme, apoiados pela Corveta Batista de Andrade, da Marinha, um helicóptero EH-101 da Força Aérea Portuguesa e duas embarcações das estações salva-vidas de Cascais e Ericeira.



















A Corveta Batista de Andrade, da Marinha Portuguesa, é um dos meios de busca no local do acidente (Foto: Tiago Petinga/Lusa)


08h25:
Os destroços da embarcação que naufragou com seis tripulantes foram encontrados por volta das 07h00 perto da Praia das Maçãs, Sintra, encontrando-se no local várias embarcações de busca e salvamento, disse uma fonte da Marinha.

07h30: O naufrágio da embarcação 'Santa Maria dos Anjos', de 11 metros, registado em Olhão, deu-se cerca das 03h00. O barco opera a partir de Esposende e os pescadores, com idades compreendidas entre os 30 e os 55 anos, são da Póvoa de Varzim, Caxinas e Vila do Conde. Um dos homens tem nacionalidade ucraniana.

Sobrevivente alertou a população

Um dos seis pescadores conseguiu nadar para terra agarrado a uma boia, numa zona conhecida por Mindelo, na praia das Maçãs, e pediu socorro batendo à porta de habitações, até ser encontrado pelo guarda-noturno, alertado pelos moradores.

De acordo com informações do armador, citado pelas autoridades, o até agora único sobrevivente, transportado para o hospital Amadora-Sintra, já teve alta e abandonou a unidade hospitalar pelos seus próprios meios. Foi encaminhado para a capitania do porto de Cascais, para ser ouvido.

Estava a dormir na altura do naufrágio

O homem, de 27 anos, envergava colete de salvamento. "O sobrevivente estava a dormir, sentiu a embarcação virar e nadou durante algum tempo para terra e foi essa pessoa que deu o alerta", adiantou à agência Lusa o comandante Paulo Vicente, porta-voz da Marinha.

"Só temos a informação que o sobrevivente nos deu. Já enviámos para o local um helicóptero, a corveta Batista de Andrade e duas embarcações salva-vidas, uma da Ericeira e outra de Cascais, em colaboração com a embarcação de pesca 'Fruto da União'", disse.

Santa Maria dos Anjos Praia das Maças Praia da Aguda naufrágio
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)