Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Cinco queixas contra obras Polis

A Associação de Comerciantes e Serviços de Albufeira (ACOSAL) enviou queixas a cinco entidades, com base numa denúncia que aponta erros nas obras Polis relativos ao escoamento de águas. A autarquia nega responsabilidades e aguarda pelos resultados de uma auditoria solicitada no ano passado. O relatório final deve chegar em Novembro.
24 de Outubro de 2008 às 00:30
Paredes que isolavam o caneiro foram partidas por ordem da Câmara
Paredes que isolavam o caneiro foram partidas por ordem da Câmara FOTO: DIREITOS RESERVADOS

As queixas foram enviadas nos últimos quinze dias para a Procuradoria-Geral da República, Assembleia da República, Provedor de Justiça, Tribunal Administrativo e Fiscal de Loulé e, esta semana, para a Inspecção-Geral da Administração Local. 'Tenho a certeza de que vai haver investigação', diz Luís Alexandre, da ACOSAL.

A denúncia, de alguém próximo das obras Polis, aponta como grande problema o desvio de uma ribeira de um caneiro, que a escoava para a praia. O caneiro tem cinco metros de diâmetro. A ribeira foi desviada para dois tubos de 60 centímetros, com águas para tratamento. As paredes da separação foram agora partidas por ordem da Câmara. O presidente Desidério Silva garante que não as mandou colocar.

Ver comentários