Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Cirurgias já marcadas

O médico pediatra Pinho de Sousa, do Centro Hospitalar de Gaia, que acompanha o pequeno Rúben, o menino de três anos que sofreu queimaduras extensas, após um acidente doméstico, garantiu ontem ao CM que “a criança será alvo de um conjunto de intervenções cirúrgicas”.
1 de Dezembro de 2006 às 00:00
O pequeno Rúben Valente
O pequeno Rúben Valente FOTO: d.r.
O programa das cirurgias, já discutido com os pais, “deverá começar daqui a seis ou sete meses. Uma vez que ele ainda é muito pequenino, as intervenções serão faseadas e definidas mediante as necessidades de correcção funcional da criança”, refere o clínico.
Depois de esperar cerca de um ano, “o prazo para avaliar quais as cicatrizes definitivas”, o pediatra considera que “o caso do Rúben é complicado, devido à extensão das queimaduras, mas acreditamos que as intervenções lhe vão permitir crescer sem graves problemas funcionais e com qualidade de vida”.
De acordo com Pinho de Sousa, “o hospital costuma ajudar as famílias dos pacientes que manifestem necessidades na aquisição de vestes ou medicamentos, pelo que este caso não será diferente”.
Ver comentários