Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Cirurgias suspensas no Hospital do Barlavento

O Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio (CHBA) suspendeu no final do ano passado as cirurgias para colocação de banda gástrica. A medida foi confirmada ontem pelo presidente do Conselho de Administração daquela unidade de saúde.
15 de Janeiro de 2007 às 00:00
A necessidade de uma melhor gerência das verbas hospitalares destinadas a este tipo de intervenção esteve na origem da decisão.
De acordo com Luís Batalau, trata-se de uma cirurgia de custos elevados que exige maior rigor de critérios na selecção de doentes, pelo que a especialidade medida será retomada depois de definido um número exacto de intervenções a serem realizadas este ano.
“Os doentes dirigiam-se ao hospital sem fazer sequer um exame prévio no centro de saúde. Há necessidade de um maior controlo destes casos, pois nem sempre a intervenção se justifica. A partir de agora serão feitas consultas preparatórias de endocrinologia e obesidade”, referiu o mesmo responsável.
O CM apurou que o Hospital Distrital de Faro está a proceder a uma avaliação idêntica a este tipo de cirurgias, medida que poderá ser seguida por outras unidades do País.
Contactado pelo CM, o assessor do ministro da Saúde, Miguel Vieira, não confirmou no entanto que a medida esteja a ser adoptada pelas unidades públicas porque, salientou, os hospitais têm autonomia própria. “A verificar-se a suspensão não acredito que seja por uma questão de verbas”, frisou.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)