Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Cliente foi sovado por dois seguranças

Um homem estava a abrir uma embalagem na loja Rádio Popular do Sintra Retail Park, ao início da noite de domingo, quando foi confundido com um ladrão. Resultado: acabou brutalmente espancado por dois seguranças. A vítima, com cerca de 40 anos, nem terá tido tempo para se explicar – foi arrastada até às traseiras do espaço comercial, na zona de cargas e descargas, levando vários socos e pontapés. Teve de seguir de ambulância para o Hospital Amadora-Sintra.
15 de Dezembro de 2009 às 00:30
Homem com cerca de 40 anos foi levado para as traseiras do Retail Park e terá sido espancado
Homem com cerca de 40 anos foi levado para as traseiras do Retail Park e terá sido espancado FOTO: Bruno Colaço

De acordo com fonte do INEM, "foi encontrado um homem abandonado na via pública, com dores na zona do tórax e dificuldades respiratórias, queixando-se de que tinha sido agredido". Foram por isso accionadas duas ambulâncias dos bombeiros de Algueirão para o transporte da vítima ao hospital.

O homem estava acompanhado da mulher quando a confusão se instalou na Rádio Popular, cerca das 20h00. Por instantes, o disco externo para computador, dentro da embalagem, desapareceu e a família foi obrigada a pagá-lo, confirmou ao CM Olívio Almeida, coordenador da Rádio Popular. "O homem foi apanhado a furtar e ofereceu resistência. Simplesmente, foi obrigado a pagá-lo e encaminhado para o exterior da loja. Já vimos as imagens de videovigilânia e confirmámos isso", acrescentou o responsável pela loja. No entanto, fonte da PSP de Sintra assegurou ao CM que o homem foi confundido com um ladrão e não estava a furtar. "Resolveram as coisas pelas próprias mãos e abandonaram-no. Os seguranças foram logo identificados", disse.

Relativamente às agressões, Olívio Almeida não se pronuncia. Certo é que o homem não foi levado para o exterior da loja, mas sim para as traseiras, onde acabou agredido.

Fonte da PSP de Sintra, de onde partiram duas equipas, tal como o CM avançou ontem, confirma que a vítima pondera apresentar queixa. Foram os seguranças de outro estabelecimento que foram alertados para um homem caído no chão e chamaram ajuda médica.

PORMENORES

PSP INVESTIGA

A PSP de Sintra prossegue com a investigação do caso. Os dois seguranças foram identificados.

ZONA DE OBRAS

Ao que o ‘CM’ apurou, a vítima estava completamente suja, uma vez que foi abandonada numa zona que está em obras.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)