Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Clientes em pânico

O supermercado Minipreço da Quinta do Conde foi ontem, pelas 13h45, alvo de um assalto à mão armada. Na loja, situada na Avenida Principal da Quinta do Conde, no concelho de Sesimbra, estava pelo menos uma dúzia de pessoas a fazerem compras quando foram surpreendidas por um grupo de homens encapuzados.
1 de Junho de 2008 às 00:30
Situado na Avenida Principal da Quinta do Conde, o Minipreço foi assaltado pelo menos quatro vezes este ano
Situado na Avenida Principal da Quinta do Conde, o Minipreço foi assaltado pelo menos quatro vezes este ano FOTO: João Cortesão

Dos cinco indivíduos, só quatro entraram no interior do supermercado e apenas um destes estava armado com uma caçadeira de canos serrados. "Passem para cá o dinheiro. Isto é um assalto", gritaram os assaltantes para os dois funcionários que estavam nas caixas.

De caras tapadas com gorros e de luvas postas para não deixarem impressões digitais, os assaltantes – que segundo o relato de testemunhas falaram com sotaque brasileiro – concretizaram o assalto em menos de dez minutos.

Depois de intimidarem os jovens empregados, lançarem o pânico entre os clientes e de roubarem as centenas de euros que estavam nas caixas registadoras, fugiram sem deixar rasto. "Roubaram o dinheiro das caixas registadoras e fugiram para parte incerta numa viatura ligeira", refere fonte policial.

A GNR local tomou conta da ocorrência, tendo enviado para o local uma equipa da investigação criminal para proceder à recolha de vestígios. Uma brigada da Polícia Judiciária de Setúbal também esteve no supermercado e vai assumir a investigação.

As testemunhas que foram interrogadas pela polícia não conseguiram descrever os assaltantes, uma vez que estes tinham os rostos cobertos e actuaram com celeridade. Mas as autoridades têm algumas características sobre o veículo usado na fuga.

Os populares que moram e têm comércio aberto na mesma Avenida garantem que o supermercado "é alvo fácil e que este ano já foi assaltado pelo menos quatro vezes".

ASSALTOS AO MINIPREÇO SUCEDEM-SE

Nos últimos meses, a cadeia de supermercados Minipreço tem sido vítima de assaltos sucessivos. No dia 25 de Maio, em Fânzeres, Gondomar, um homem armado ameaçou um funcionário da caixa e roubou 500 euros. Seis dias antes (dia 19) um homem encapuzado e com uma arma de fogo entrara no Minipreço da Avenida Sacadura Cabral, em Lisboa, e, ameaçando os funcionários, roubou o dinheiro que se encontrava numa caixa registadora.

Também no dia 27 de Março, dois indivíduos encapuzados e armados assaltaram o Minipreço deAmarante e no dia 20 de Dezembro do ano passado, outros dois, igualmente de cara tapada, assaltaram a loja de Sesimbra. n S.R.

PORMENORES

Sem videovigilância

O supermercado não tem sistema de videovigilância, o que dificulta a investigação.

Judiciária investiga

Elementos da PJ e da investigação criminal da GNR estão a investigar o assalto.

Recusou esclarecer

Contactado pelo CM, o responsável pelo supermercado, Paulo Cadoso, disse não poder prestar declarações.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)