Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Cobertura de poço cede e mata jovem no Bombarral

Francisco Rocha tinha 19 anos e jogava andebol na Académica.
Isabel Jordão e José Durão 29 de Agosto de 2020 às 10:00
A carregar o vídeo ...
jovem morre poço

A laje em cimento que servia de cobertura a um poço, na Portela, Bombarral, cedeu esta sexta-feira ao peso de dois jovens de 19 anos que estavam a apanhar limões, causando a morte de um deles e ferimentos no outro.

Francisco Rocha e Sara Horta, amigos de infância e residentes em Coimbra, encontravam-se no Bombarral para trabalharem na apanha da fruta. Estavam alojados em casa de familiares de Francisco e esta sexta-feira gozavam um dia de descanso.

O acidente aconteceu quando se encontravam ambos em cima da laje a apanhar limões. A laje cedeu e caiu, arrastando os dois. Sara Horta conseguiu segurar-se à parede do poço, de onde foi resgatada pelos bombeiros. Sofreu ferimentos ligeiros e foi transportada para o Hospital das Caldas da Rainha.

Francisco ficou preso no fundo do poço, submerso e com parte da laje de cimento em cima do corpo. Foi necessário esvaziar o poço - que tem 20 metros de profundidade e dois a três metros de água - para os bombeiros o conseguirem resgatar.

A equipa médica do INEM iniciou manobras de reanimação, que se prolongaram até à chegada ao Hospital, onde a morte viria a ser confirmada.

O alerta, dado por uma irmã do jovem, levou a que fosse mobilizado um forte dispositivo dos bombeiros do Bombarral, Óbidos, Peniche e Cadaval, do INEM e da GNR.

O presidente da Câmara do Bombarral foi ao local apresentar condolências à família. Francisco jogava nos seniores da Académica de Coimbra.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)