Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Cobre furtado de armazém

Um armazém da empresa Galécia – Produtos para a Indústria e Construção, S.A., situado na Urbanização Ponte do Charuto, na zona industrial do Parchal, concelho de Lagoa, foi assaltado este fim-de-semana, tendo os ladrões furtado uma grande quantidade de metal, sobretudo cobre.
25 de Julho de 2011 às 00:30
A GNR esteve ontem no armazém assaltado, no Parchal, Lagoa, a recolher indícios
A GNR esteve ontem no armazém assaltado, no Parchal, Lagoa, a recolher indícios FOTO: Miguel Veterano Junior

O valor do material furtado não foi divulgado, mas, segundo o Correio da Manhã apurou junto de fonte do Comando da GNR na região, será "considerável".

O assalto foi detectado ontem de manhã por pessoal da empresa e está a ser investigado por militares do Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento da GNR de Silves, que ontem procederam à recolha de indícios. "Os ladrões entraram no armazém através do arrombamento de uma porta e levaram diversos artigos, sobretudo tubagens. Não há dúvida de que o seu objectivo era furtar metal", referiu a mesma fonte do Comando da GNR, que admitiu que os ladrões terão utilizado uma viatura para o transporte do material.

O metal destinar-se-á agora a a ser vendido a sucateiros, a peso. O valor varia, mas um quilo de cobre rondará os quatro euros.

O proprietário do armazém, que ontem esteve no local, recusou-se a prestar quaisquer declarações sobre o caso.

Refira-se que, também na zona industrial do Parchal, foi assaltado, no início da passada semana, um armazém de pneus. Há suspeitas de que os autores possam ser os mesmos em ambos os casos.

PARCHAL COBRE ARMAZÉM FURTO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)