Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Colaborador acusa Felgueiras

O ex-colaborador da presidente da Câmara de Felgueiras Horácio Costa disse ontem em Tribunal que se sentiu “fortemente injuriado e deprimido” por Fátima Felgueiras o ter chamado “terrorista” numa entrevista ao jornal ‘O Comércio do Porto’.
23 de Fevereiro de 2005 às 00:00
Horácio Costa, que depunha no caso em que acusa Fátima Felgueiras de difamação, contou que as declarações da autarca o perturbaram psicologicamente e o abateram socialmente. “São falsas, injustas e incorrectas”, frisou.
O ex-colaborador de Fátima Felgueiras acusa a autarca de difamação, através da Imprensa, na sequência de uma entrevista dada pela autarca ao ‘O Comércio do Porto’, em 30 de Setembro de 2001, na qual lhe chamou “terrorista”.
“Senti-me insultado e enxovalhado, não só porque dias antes tinha havido o atentado nas torres de Nova Iorque, mas também porque fui alvo de diversas ameaças anónimas”, disse Horácio Costa. Os dois repórteres que entrevistaram Fátima Felgueiras confirmaram que as declarações publicadas correspondem ao que foi dito.
A defesa da autarca – que está fugida no Brasil devido ao caso do ‘saco azul’ – afirma que as suas declarações “foram enérgicas, mas não injuriosas”.
Ver comentários