Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Comandante volta a pedir novas instalações para PSP da Guarda

Um novo edifício para a PSP da Guarda permitirá a concentração dos serviços que se encontram atualmente dispersos.
22 de Outubro de 2014 às 18:14
O comandante distrital da Polícia de Segurança Pública (PSP) da Guarda, o intendente Salvado Lopes
O comandante distrital da Polícia de Segurança Pública (PSP) da Guarda, o intendente Salvado Lopes FOTO: Edgar Martins

O comandante distrital da Polícia de Segurança Pública (PSP) da Guarda, o intendente Salvado Lopes, reafirmou esta  a necessidade de aquela estrutura policial ser dotada com novas instalações, pois as atuais são de "extrema deficiência". 

"As instalações, na generalidade dos nossos serviços na cidade da Guarda, não estão de forma alguma em consonância com as exigências policiais que são feitas a um Comando desta dimensão nem com a qualidade e dignidade de que se deve revestir um serviço público desta natureza", afirmou o responsável na cerimónia comemorativa do 130.º aniversário do comando distrital da PSP da cidade mais alta do país.

Salvado Lopes lembrou que as atuais instalações do edifício do Comando, onde esteve instalado o extinto Governo Civil, "já serviam a PSP em 1897 quando o seu efetivo era de 26 profissionais". Segundo o comandante, um novo edifício para a PSP da Guarda permitirá a concentração dos serviços que se encontram atualmente dispersos e a resolução dos "problemas de acentuada exiguidade das atuais instalações da sede de Comando Distrital".

A Direção Nacional da PSP, o Ministério da Administração Interna (MAI) e a Câmara Municipal da Guarda estão empenhados na resolução do problema, entendendo trata-se de um processo "que, pela sua urgência, não pode parar".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)