Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Comboio avaria em Beja e deixa passageiros sujeitos a calor extremo

Bombeiros do Alvito transportaram alguns dos passageiros para Vila Nova da Baronia e para o centro da cidade.
4 de Agosto de 2018 às 17:14
Comboio parado em Beja
Comboio parado em Beja
Comboio parado em Beja
Comboio parado em Beja
Comboio parado em Beja
Comboio parado em Beja
Comboio parado em Beja
Comboio parado em Beja
Comboio parado em Beja
Um comboio parado na estação de Casa Branca, na Linha do Alentejo, com temperaturas a rondar os 40 graus, levaram alguns passageiros a percorrer quatro quilómetros a pé até chegar à estação de Vila Nova da Baronia. 

Alguns desses passageiros decidiram documentar o momento nas redes sociais após não lhes terem prestado qualquer esclarecimento. Os Bombeiros do Alvito tiveram que se dirigir ao local para recolher alguns dos passageiros que permaneceram no meio de transporte a fim de os levar para Vila Nova da Baronia ou Beja, devido às temperaturas que se faziam sentir. 

O comboio regional esteve mais de uma hora parado em Casa Branca, às 19h desta sexta-feira, sem ar condicionado.

"Não registo fotograficamente as pessoas que neste momento, numa estação sem qualquer apoio, tentam aguentar o calor imenso que assola todo o país. Parados, ao calor, sem saber quando chegará o comboio, que decerto, tal como o anterior, não terá sistema de ar condicionado, algo básico nos transportes do século XXI. Esta é a CP que anuncia investimentos milionários, financiados por fundos europeus, para regiões que não são prioritárias. A linha do Alentejo não está totalmente eletrificada e os sucessivos governos insistem em adiar a execução de uma medida elementar para o desenvolvimento do Baixo Alentejo", escreveu um passageiro descontente nas redes sociais acrescentando "até quando".

O mesmo homem anunciou que alguns jovens presentes no comboio decidiram percorrer a linha férrea desesperados com o calor, tendo idosos e crianças permanecido no meio de transporte.

"Cansados de esperar e desesperados (no verdadeiro sentido da palavra) pelas altas temperaturas decidimos caminhar pela via férrea a dentro, sem luz nem garantias de segurança. 4km a pé. Apenas vieram os mais jovens, as crianças e os idosos ficaram no comboio à espera de uma solução.

Por nós passaram os bombeiros que se apressavam a alcançar o comboio e indicaram-nos um caminho seguro", descreveu. 

A publicação no Facebook conta já com quase mil partilhas e muito descontentes. "O Alentejo merece melhor", lê-se num dos comentários.





Casa Branca Bombeiros do Alvito Linha Vila Nova da Baronia Beja CP Baixo Alentejo Facebook
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)