Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Comboios geram confusão em Faro

Milhares atravessam a pé linha junto ao cais das Portas do Mar para apanhar barcos para ilhas da ria Formosa.
Pedro F. Guerreiro 2 de Agosto de 2017 às 09:04
Milhares atravessam linha a pé para apanhar barcos para ilhas da ria Formosa
Milhares atravessam linha a pé para apanhar barcos para ilhas da ria Formosa FOTO: André Cravinho
A Infraestruturas de Portugal (IP) considera que uma eventual diminuição da velocidade dos comboios que passam junto ao cais das Portas do Mar, em Faro -onde, no verão, milhares de pessoas passam a linha para apanhar os barcos para as ilhas da ria Formosa - teria "consequências diretas na pontualidade dos mesmos na Linha do Algarve".

A proposta voltou a ser feita, pelo segundo ano consecutivo, pelo presidente da Câmara de Faro, Rogério Bacalhau, que diz que a situação atual pode pôr "em risco a vida" dos utilizadores das ligações fluviais que saem do local.


"Todos os dias estão ali milhares de pessoas e há risco, de alguém, como uma criança, de forma descuidada, poder ser colhido pelos comboios que passam", refere o autarca, para quem a resposta da IP não faz sentido.

"A estação está a poucas dezenas de metros portanto não acredito que o atraso dos comboios seja significativo caso abrandem", argumenta, acrescentando que espera resolver a situação "antes que aconteça uma tragédia". Que já não seria a primeira.

Em agosto de 2014, um homem, de 76 anos, foi colhido mortalmente no local.

Em comunicado enviado ao CM, a IP diz que a passagem de nível, de uso exclusivo de peões, "está automatizada desde agosto de 2014", com "sinais luminosos e campainhas", mas adianta estar disponível para, em conjunto "com a autarquia, encontrar uma solução que permita maior vigilância e controlo dos atravessamentos".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)