Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

PS adverte que desrespeito dos serviços mínimos é crime de desobediência

Carlos Pereira afirma que os motoristas de transportes de matérias perigosas vão ter de cumprir "absolutamente" os serviços mínimos e a requisição civil.
Lusa 16 de Abril de 2019 às 20:14
Camiões com combustível escoltados pela GNR a caminho do Aeroporto de Lisboa
Camiões com combustível escoltados pela GNR a caminho do Aeroporto de Lisboa
Camiões com combustível escoltados pela GNR a caminho do Aeroporto de Lisboa
Drone
Drone
Camiões com combustível escoltados pela GNR a caminho do Aeroporto de Lisboa
Camiões com combustível escoltados pela GNR a caminho do Aeroporto de Lisboa
Camiões com combustível escoltados pela GNR a caminho do Aeroporto de Lisboa
Drone
Drone
Camiões com combustível escoltados pela GNR a caminho do Aeroporto de Lisboa
Camiões com combustível escoltados pela GNR a caminho do Aeroporto de Lisboa
Camiões com combustível escoltados pela GNR a caminho do Aeroporto de Lisboa
Drone
Drone

O PS advertiu esta terça-feira que os motoristas de transportes de matérias perigosas vão ter de cumprir "absolutamente" os serviços mínimos e a requisição civil, caso contrário vão incorrer num crime de desobediência.

Esta posição foi transmitida pelo vice-presidente da bancada socialista Carlos Pereira em conferência de imprensa, no parlamento, horas antes de se iniciar uma reunião entre o Governo, a ANTRAM e o Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP), a estrutura que convocou uma greve por tempo indeterminado.

"Consideramos essencial que seja assegurado que a requisição civil e os serviços mínimos sejam cumpridos. Não sendo cumpridos, estamos perante um crime de desobediência", salientou o dirigente da bancada socialista.

PS Governo Carlos Pereira SNMMP ANTRAM política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)