Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Comissão analisa Pinota

Até ao final desta semana, a Comissão da Carteira Profissional de Jornalista vai decidir se retira ou não o título profissional ao repórter de imagem da RTP Carlos Pinota. O jornalista, que gere um site com anúncios de prostitutas, é arguido num processo por lenocínio, auxílio à imigração ilegal, tráfico de droga e associação criminosa.
28 de Novembro de 2010 às 00:30
Repórter está na RTP desde 1998
Repórter está na RTP desde 1998 FOTO: Jorge Paula

Carlos Pinota foi ouvido na quinta-feira na Comissão. Segundo o presidente, o juiz Pedro Mourão, "foram solicitados ao jornalista alguns documentos que vão ser analisados". Agora, a Comissão quer apurar apenas se o repórter "violou ou não os deveres impostos pelos estatutos", explica ainda Pedro Mourão.

Se a carteira profissional for cassada, Carlos Pinota deixa de poder exercer legalmente a profissão de jornalista.

Carlos Pinota foi detido a 13 de Outubro e constituído arguido. Gerente do site Momentos de Prazer, é suspeito de angariar mulheres para sexo com amigos VIP, entre os quais políticos, juízes, gestores ligados à Banca, ex-membros do Governo e até um alto responsável dentro da RTP.

PINOTA JORNALISTA RTP LENOCÍNIO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)