Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Comissão de Festas de Palmela demite-se

A Comissão Organizadora da Festas das Vindimas de Palmela vai demitir-se no final das festas deste ano, que se realizam entre hoje e dia 4 de Setembro, devido à proibição da exibição do tradicional Fogo-de-Artifício, no Castelo de Palmela.
30 de Agosto de 2007 às 00:00
No ano passado foi assim
No ano passado foi assim FOTO: a-gosto.com
Jorge Mares, presidente da Comissão de Festas, diz que o pedido de licenciamento para a realização do espectáculo pirotécnico foi aprovado pela Câmara de Palmela, tendo sido posteriormente indeferido pela GNR, em conjunto com o comando dos Bombeiros Voluntários desse município. O espectáculo de fogo-de-artifício denominado ‘Incêndio no Castelo’ é o ponto alto dos festejos, atraindo todos os anos milhares de visitantes.
O presidente da Comissão de Festas, depois de realizar uma reunião pública, garante que existe um “manifesto repúdio da população face a esta proibição, uma vez que os argumentos da GNR não são suficientes”. Jorge Mares garante ainda que a comissão por si presidida pretende “levar a festa até ao final, assumindo as responsabilidades, mas demite-se de imediato no final dos festejos”.
Manuel Simões, comandante dos Bombeiros Voluntários de Palmela, disse ao CM que a proibição do espectáculo de pirotécnia deve-se ao facto de a legislação portuguesa proibir a prática do lançamento de fogo-de-artifício durante o chamado “período crítico”.
O comandante adiantou ainda que não dispõe de meios suficientes para garantir a segurança do espectáculo. “Enviei um documento à GNR onde demonstrei a minha preocupação por não dispor de meios suficientes para combater um possível incêndio”, afirmou ao CM , acrescentando que “a zona onde se realiza o espectáculo fica no centro histórico da cidade, onde as viaturas dos bombeiros não têm acesso”.
Há sete anos o espectáculo de pirotecnia das Festas das Vindimas resultou na deflagração de um incêndio que consumiu cerca de 20 hectares de mata junto ao Castelo de Palmela.
Ver comentários