Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Complexo turístico envolve 23 arquitectos

Um conjunto de 23 arquitectos portugueses e estrangeiros projectou, para a zona da Lagoa de Óbidos, um complexo turístico imobiliário que pretende ser o mais inovador da Europa, classificado como de potencial interesse nacional.
14 de Maio de 2006 às 00:00
Alguns dos arquitectos envolvidos na apresentação da obra
Alguns dos arquitectos envolvidos na apresentação da obra FOTO: Carlos Barroso
Entre os arquitectos envolvidos contam-se os portugueses Alcino Soutinho, Siza Vieira, Souto Moura, Gonçalo Byrne e Inês Lobo, o catalão Josep Llinàs e o inglês David Chipperfield.
O projecto imobiliário do Bom Sucesso, promovido pela Acordo, é constituído por 601 moradias e corresponde a um investimento de 150 milhões de euros. A comercialização da primeira fase está quase concluída e mais de metade dos compradores são do Reino Unido, Irlanda, Dinamarca, Holanda e Espanha.
Quanto à segunda fase, perspectiva-se que 95 por cento das vendas sejam para o mercado internacional. O processo de comercialização estará concluído até 2007. Os preços variam entre 200 mil a um milhão de euros. O conjunto turístico terá equipamentos como um campo de golfe de 18 buracos, SPA, hotel de cinco estrelas com 117 quartos, centro equestre, zona comercial, campo de futebol profissional relvado, clube de remo, mergulho e vela, clube de ténis, heliporto, lago de pesca desportiva, jardim botânico, parque infantil, piscina, hotel para animais e circuito de manutenção.
A conclusão do projecto, com 156 hectares, está prevista para 2011. Nos anos de construção criará mais de dois mil postos de trabalho e depois serão precisas 500 pessoas para assegurar o seu funcionamento.
Ver comentários