Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Menina de 12 anos comprada para sexo

Romena vendida pelos pais veio para Portugal aos 12 anos.
Tânia Laranjo 16 de Julho de 2015 às 02:45
O casal foi levado a primeiro interrogatório, no Tribunal de Santa Maria da Feira
O casal foi levado a primeiro interrogatório, no Tribunal de Santa Maria da Feira FOTO: Nuno Fernandes Veiga
É uma história de terror. Uma criança romena – hoje já é uma adolescente de 17 anos – foi vendida pelos pais aos 10 para ser escrava sexual. Viveu um ano na Irlanda, onde foi vítima de abusos. A situação foi descoberta e a menor foi devolvida à família na Roménia, que a vendeu novamente a um casal, também romeno, mas a viver em Ovar, quando tinha 12 anos. Obrigada a fazer sexo, engravidou. Deu o filho para adoção e passou a cuidar do filho, também bebé, da mulher que a comprou.

Esta quarta-feira, o casal, que vive no nosso país com o rendimento mínimo, foi levado a primeiro interrogatório, no Tribunal de Santa Maria da Feira. Ambos são suspeitos de abuso sexual e tráfico de criança para servidão doméstica e prática de furtos. Ficaram em prisão preventiva.

Os suspeitos negam o crime que a menor confirma. A jovem está bastante maltratada. Foi já institucionalizada e confessou que desde os 12 que vive com esta família. Além de escrava sexual era também obrigada a servi-los. Todos os dias, acordava mal o sol nascesse e tinha de estar disponível para todas as lides domésticas. Depois era obrigada a roubar e em casa seguiam-se abusos sexuais. Se recusasse era agredida com um bastão que foi apreendido pela PJ do Porto.

A jovem contou ainda que foi obrigada a casar-se com o filho da mulher que a comprou – oito anos mais velho – e que, quando engravidou, aos 14 anos, entregou o filho para adoção.

O casal já tinha antecedentes criminais em Espanha por auxílio à migração clandestina e exploração de crianças para a mendicidade.
Ver comentários