Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Condenado a pena efetiva de prisão por agredir mulher em Valença

Homem de 60 anos foi condenado a três anos e dois meses de prisão por violência doméstica.
Lusa 22 de Julho de 2020 às 12:00
Vítima de 62 anos foi violentamente agredida ao longo de quase 40 anos
Vítima de 62 anos foi violentamente agredida ao longo de quase 40 anos FOTO: Getty Images
Um homem detido por violência doméstica em Valença, distrito de Viana do Castelo, foi condenado a uma pena efetiva de prisão de três anos e dois meses, aguardando o cumprimento da mesma em prisão preventiva, anunciou esta quarta-feira a GNR.

Em comunicado de imprensa, a GNR de Viana do Castelo explica que o homem, de 60 anos, foi detido no âmbito de uma "investigação relacionada com violência doméstica" que decorria no Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE).

A vítima, de 62 anos, "foi violentamente agredida ao longo de quase 40 anos" e por diversas vezes foi hospitalizada em "estado grave", acrescenta a Guarda.

Segundo a GNR, o agressor tinha "problemas de alcoolismo" e a situação em que o casal vivia era de "extrema pobreza".

A vítima, além das "agressões sucessivas", vivia também "muitas vezes privada do dinheiro e [era] obrigada a passar fome", acrescenta.

Até novembro de 2019 a vítima sempre defendeu o suspeito de violência doméstica, dizendo que as causas das lesões que tinha eram motivadas por "quedas" e, nessa data, ele foi condenado à medida de coação de afastamento da vítima, mas esta acabou por retomar a relação.

"O suspeito foi agora condenado a pena efetiva de prisão de três anos e dois meses, ficando a aguardar o início de cumprimento da pena em prisão preventiva", conclui a GNR.

Valença Viana do Castelo GNR violência doméstica
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)