Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Condenado por obrigar jovens a participar em orgias VIP

Hélder Torcato condenado por duas violações, doze crimes de lenocínio e agressões.
7 de Fevereiro de 2014 às 12:47
Hélder Torcato condenado por duas violações, doze crimes de lenocínio e agressões
Hélder Torcato condenado por duas violações, doze crimes de lenocínio e agressões FOTO: Ricardo Cabral

O cabecilha da rede que forçava várias jovens a participarem em orgias com clientes VIP em casas e hotéis, de Lisboa e no Algarve, foi ontem condenado a nove anos de cadeia. Hélder Torcato, 44 anos, foi considerado culpado pelo tribunal de um total de doze crimes de lenocínio, dois de violação, um de ofensas à integridade física e ainda um de dano.

O tribunal de Sintra, onde o caso foi julgado, deu como provado que Hélder Torcato era o responsável por angariar jovens mulheres que depois acabavam distribuídas por casas particulares em Lisboa ou hotéis de luxo na capital e no Algarve. As mulheres eram obrigadas a satisfazer clientes por 300 euros.

Na primeira vez, ficavam com o dinheiro todo, mas a partir daí tinham de dar metade ao chefe. Só doze casos foram dados como provados, mas a juíza afirmou que "houve muitos mais". E duas das vítimas eram menores.

Hélder Torcato, que já foi condenado três vezes, chegou a torturar uma das mulheres que quis sair da rede. "Agarrou, amordaçou e amarrou à cama uma das vítimas. Depois cortou-lhe o cabelo e queimo-o", afirmou a juíza durante a leitura da sentença.

A mulher do cabecilha, Natália Torcato, 30 anos, era quem tratava das jovens e as transportava até aos hotéis e casas de clientes. Foi condenada a três anos de pena suspensa por nove crimes de lenocínio. O terceiro arguido, António Cabrita, 64 anos, era um dos maiores clientes da rede mas foi absolvido dos crimes de recurso a prostituição de menores e tráfico de droga. n

orgias vip nove anos pj
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)