Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Condutor desaparece de acidente mortal

O condutor de um automóvel que se despistou ontem de manhã, no IC1, perto de S. Marcos da Serra, causando um morto e dois feridos graves, desapareceu do local do acidente, sendo procurado pela Equipa de Investigação Criminal da Brigada de Trânsito da GNR de Albufeira.
5 de Março de 2007 às 00:00
O despiste deu-se ontem de manhã nesta zona do IC1, perto de S. Marcos da Serra
O despiste deu-se ontem de manhã nesta zona do IC1, perto de S. Marcos da Serra FOTO: Paulo Marcelino
Segundo o CM apurou, o acidente deu-se cerca das 10h20, quando o automobilista, cuja identidade não foi apurada, perdeu o controle da viatura, um BMW. Um dos passageiros, que seguia no banco de trás – e cuja identidade também era ontem desconhecida, sabendo-se apenas que teria pouco mais de 20 anos –, foi projectado e teve morte imediata. Os outros dois, de 34 e 24 anos, identificados como Manuel Palma Rodrigues dos Santos e Tiago Guerreiro, ficaram gravemente feridos e foram transportados pelo INEM para o Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio, em Portimão, onde ficaram internados.
De acordo com fontes no local, os sinistrados, que teriam ido à pesca (tinham canas na viatura), serão todos da zona de S. Marcos da Serra.
O carro, que terá embatido na berma antes de capotar, imobilizando-se depois no meio do IC1, ficou totalmente destruído. Tiago Guerreiro foi projectado para a via, mas Manuel Palma teve de ser desencarcerado pelos Bombeiros Voluntários de S. Bartolomeu de Messines, que deslocaram para o local 12 elementos e cinco viaturas. Devido ao acidente, o IC1 esteve cortado ao trânsito, nos dois sentidos, durante hora e meia.
DESORIENTADO OU EM FUGA
O condutor do BMW abandonou a viatura logo após o acidente, ocorrido ao km 713 do IC1. De acordo com fontes que estiveram no local, tal poderá dever-se tanto a “desorientação como a fuga”. “Há situações em que os acidentados, devido aos traumatismos que sofrem, ficam desorientados e saem das viaturas sem saber muito bem o que estão a fazer. Noutros casos, sobretudo quando há álcool envolvido, optam por fugir”, esclareceram.
De acordo com o INEM, os dois feridos graves neste acidente – um dos quais seguia no banco da frente e o outro atrás – sofreram ambos traumatismo craniano, com amnésia. Ficaram ainda com outras fracturas e lesões, nomeadamente nos membros superiores e na face.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)