Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Condutor que atropelou duas mulheres em procissão está em casa de familiares

Ângelo Fonseca incorre em dois crimes de homicídio por negligência nos Açores.
Ana Botto 17 de Maio de 2019 às 09:09
Ângelo Fonseca conduzia a viatura
Maria da Conceição tinha 84 anos
Celina esteve emigrada
Funeral da octogenária realizou-se na freguesia de Quatro Ribeiras
Carro atropela durante procissão e mata duas mulheres nos Açores
Ângelo Fonseca conduzia a viatura
Maria da Conceição tinha 84 anos
Celina esteve emigrada
Funeral da octogenária realizou-se na freguesia de Quatro Ribeiras
Carro atropela durante procissão e mata duas mulheres nos Açores
Ângelo Fonseca conduzia a viatura
Maria da Conceição tinha 84 anos
Celina esteve emigrada
Funeral da octogenária realizou-se na freguesia de Quatro Ribeiras
Carro atropela durante procissão e mata duas mulheres nos Açores
"Deus enxuga as lágrimas dos nossos olhos."

Foi esta a passagem bíblica, usada esta quinta-feira pelo padre Carlos Cabral para confortar a família e os amigos de Maria da Conceição Godinho, de 84 anos, uma das duas vítimas do acidente de terça-feira, durante uma procissão nos Açores.

A missa de corpo presente realizou-se na Igreja de Santa Beatriz, freguesia das Quatro Ribeiras, na Terceira. Uma centena de fiéis assistiu à cerimónia, entre eles Jacinta Silva, 44 anos, que escapou ilesa ao acidente.

"Íamos na procissão, quando ouvi um estrondo. Já só vi o carro em cima das pessoas. Havia corpos por todos os lados e vi duas senhoras mortas. Foram momentos de horror."

Na fatídica noite, Ângelo Fonseca, de 32 anos, conduzia uma carrinha ligeira de mercadorias. O condutor tem estado em casa de familiares e tem-se remetido ao silêncio.

Incorre em dois crimes de homicídio por negligência.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)