Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Confessa falsificação

A advogada de Mértola que em Outubro foi condenada a três anos de prisão efectiva, por falsificação de documentos da autarquia local em escrituras públicas, "confessou" ontem em tribunal a autoria de dois crimes semelhantes, desta vez num processo envolvendo escrituras de terrenos do presidente da Câmara de Mértola.

14 de Dezembro de 2011 às 01:00
Cecília Palma admitiu crime
Cecília Palma admitiu crime FOTO: Hugo Rainho

Neste julgamento, Cecília Palma é acusada de falsificar dois pareceres do Ministério da Agricultura necessários para a desanexação de terrenos. Dispensadas as testemunhas, a sentença ficou marcada para dia 21.

ADVOGADA MÉRTOLA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)