Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Entrega-se à PJ e confessa dois homicídios

Num dos casos, um jovem foi condenado a 20 anos de prisão, mas negou sempre o crime.
T.L.P. 28 de Outubro de 2014 às 17:51
Estabelecimento Prisional de Tires, cadeia, Tires, prisão,
Estabelecimento Prisional de Tires, cadeia, Tires, prisão, FOTO: Pedro Catarino

Um homem, de 46 anos, entregou-se à Polícia Judiciária (PJ) e confessou dois crimes de homicídio, anunciou esta terça-feira a PJ, em comunicado.

Um dos crimes cometidos pelo alegado homicida foi o assassinato, a 27 de abril de 2014, de uma mulher, em Felgueiras. A vítima, comerciante de 39 anos, foi encontrada na cama, de pés atados. Tanto o homem como uma mulher, de 40 anos, ambos residentes em Felgueiras, foram indiciados pelo Departamento de Investigação Criminal de Braga da PJ pela autoria deste homicídio. O casal roubou a vítima e matou-a, à facada. Os detidos, que eram vizinhos da vítima, vão ser levados a tribunal, para aplicação das respetivas medidas de coação.

Além de confessar este crime, o homem reconheceu a autoria de outro assassinato, que ocorreu a 29 de março de 2012, em Joane, Famalicão. Esta confissão causa problemas às autoridades judiciais, que já haviam condenado um jovem por este mesmo crime.

O sobrinho da mulher assassinada em Joane, de 27 anos, foi condenado por ter morto a tia, em novembro de 2013. O jovem negou sempre o crime, mas acabou condenado e está a cumprir pena de 20 anos de prisão.

Polícia Judiciária PJ Braga Felgueiras Joane Famalicão confessa homicídios suspeito sobrinho condenado
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)