Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Conquilha ainda proibida em Olhão

Embarcações estão impedidas de apanhar bivalve valioso.
João Mira Godinho 22 de Julho de 2015 às 21:02
Embarcações  têm cumprido  a interdição,  garante  OlhãoPesca
Embarcações têm cumprido a interdição, garante OlhãoPesca FOTO: Sérgio Lemos
A associação de mariscadores OlhãoPesca vai propor uma revisão aos limites de toxinas a partir dos quais é proibida a apanha de bivalves. A decisão surge quando a captura de conquilha – o bivalve mais valioso em mercado – está proibida, na costa sul, desde maio.

A OlhãoPesca diz que respeita as interdições mas "ocorre captura ilegal de conquilha e um mercado paralelo", dinamizado tanto por "indivíduos oportunistas em busca de lucro fácil, bem como por apanhadores desesperados em busca da única fonte de rendimento". Por isso, diz a associação, "encontra-se conquilha à venda nos diversos restaurantes, sem qualquer tipo de controlo".

E, acrescenta, "face ao consumo que se observa, não há notícias de intoxicações diarreicas ou outras".

Recorde-se que, há cerca de 15 dias, também perante a longa interdição imposta pelo Instituto Português do Mar e Atmosfera (IPMA), a Câmara de Vila Real de Santo António realizou análises próprias, que indicavam boa qualidade da água. O IPMA foi contactado mas, segundo o autarca Luís Gomes, "não foi dada qualquer explicação".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)