Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Construção cai 70% em 6 anos

Número de imóveis concluídos por ano passou de 9413, em 2006, para 3167, em 2012.
9 de Agosto de 2013 às 01:00
Número de imóveis construídos tem tido uma descida drástica desde 2006, no Algarve
Número de imóveis construídos tem tido uma descida drástica desde 2006, no Algarve FOTO: Rui Pando Gomes

A construção no Algarve caiu quase 70% no espaço de apenas seis anos. Uma descida muito superior à média nacional, que se cifrou em 55%, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

No ano de 2006, foram concluídos 9413 fogos na região, dos quais 8439 respeitantes a construções novas para habitação familiar. Mas o acentuar da crise económica fez descer a pique o número de imóveis nos anos seguintes. Em 2012, foram construídos apenas 3167 na região, com 2852 destes destinados a habitação familiar.

Apesar do ritmo de construção ter abrandado drasticamente, no final do ano passado, o Algarve contava com o número recorde de 382 489 alojamentos, o que corresponde a 6,5% do total nacional, de acordo com as estimativas do INE.

Entre 1991 e 2012, o parque habitacional da região ganhou mais de 162 mil alojamentos, mas cerca de 50 mil estão atualmente desocupados. Só na última década, o número de fogos vagos disparou 92,4%.

A queda na venda de imóveis levou a que nos últimos quatro anos as autarquias do Algarve tenham arrecadado menos cerca de 300 milhões de euros em Imposto Municipal sobre Transmissões Onerosas de Imóveis (IMT).

construção Algarve imóveis INE Instituto Nacional de Estatíscica economia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)