Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Construtor civil baleado no peito

Um homem de 62 anos, construtor civil de profissão, foi ontem atingido com dois disparos de caçadeira no peito, quando caminhava em direcção ao seu gabinete, em Benfica, Lisboa. Os autores dos disparos são dois desconhecidos, que fugiram numa moto de alta cilindrada.
27 de Julho de 2006 às 00:00
O local dos disparos
O local dos disparos
A vítima, Benvindo Batista, estacionou o seu Citröen C5 pelas 08h20, na Rua D. António Caetano Sousa, onde está instalado o seu escritório.
Segundos depois saiu do carro, e preparou-se para começar a caminhar em direcção ao trabalho. À sua espera estavam dois homens, sentados numa moto de alta cilindrada. Um negro, que conduzia o veículo, e um branco que seguia como pendura, com uma espingarda caçadeira nas mãos. O ataque foi rápido e violento. “Na primeira tentativa de disparo, a arma encravou. O condutor da moto pegou na caçadeira, e disparou duas vezes, atingindo a vítima no peito”, disse ao CM fonte policial.
Os agressores fugiram a alta velocidade, enquanto Benvindo Batista ficou inanimado, no chão. A PSP foi de imediato chamada, tendo providenciado o transporte da vítima para o Hospital de Santa Maria. O construtor civil mantinha-se internado ao final da noite de ontem, com ferimentos num pulmão.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)