Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Contabilista desvia 1,1 milhões por “erro de gestão” (COM VÍDEO)

O contabilista da Batalha acusado de desviar 1,1 milhões de euros de 35 clientes, destinados a pagamentos à Segurança Social e Finanças, assumiu ontem os crimes, na primeira sessão do julgamento, em Porto de Mós, mas garantiu não ter agido em proveito próprio.

14 de Fevereiro de 2012 às 01:00
Rui Trovão está a ser julgado por 39 crimes de abuso de confiança, peculato e falsificação
Rui Trovão está a ser julgado por 39 crimes de abuso de confiança, peculato e falsificação FOTO: Rui Miguel Pedrosa

"Foi um procedimento errado, mas de gestão, nunca tive a intenção de prejudicar nem de tomar partido de verbas de quem quer que fosse", explicou Rui Trovão, 47 anos, revelando que, após o caso ter sido tornado público, em Abril de 2009, a sua vida se tornou "num caos autêntico. Só me prejudiquei e o nada que tinha ficou completamente destruído", disse.

Rui Trovão era o gerente da Contibatalha, que fazia a contabilidade de centenas de empresas da região, movimentando quatro milhões de euros por ano. Na prática, as empresas faziam pagamentos, em cheque, à Contibatalha, das contribuições que deviam ao Estado. Só que as verbas circulavam pelas contas bancárias do arguido - tinha 35, segundo o Ministério Público - e eram usadas para outros fins.

Trovão disse em Tribunal que os clientes entregavam as verbas para pagar as contribuições fora de prazo, o que implicava pagamento de juros, multas e coimas - 514 mil euros em cinco anos.

Uma tese que não convenceu a juíza--presidente do colectivo, Joana Morgado: "O ‘buraco' é elevado e não pode ser justificado só com os atrasos".

"Havia registo dos cheques entrados na Contibatalha, mas na realidade não havia uma noção efectiva dos valores envolvidos", explicou Rui Trovão, adiantando que "a intenção era colaborar com os clientes, mas formou-se uma bola de neve que foi crescendo ao longo de quatro anos e se tornou neste monstro". "Não previ que não conseguia resolver o problema, senão tinha vendido a Contibatalha".

BATALHA DESVIO CONTABILISTA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)