Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Benfiquista 'Diabo de Gaia' 4 anos na cadeia

Agente da PSP tem de pagar 18 mil euros ou vai preso.
Ana Isabel Fonseca 16 de Janeiro de 2016 às 21:13
Carlos Santos (direito), mais conhecido por ‘Diabo de Gaia’, é apontado como um dos cabecilhas do esquema criminoso
Carlos Santos (direito), mais conhecido por ‘Diabo de Gaia’, é apontado como um dos cabecilhas do esquema criminoso FOTO: CMTV
Apontado como um dos cabecilhas de um esquema de contrabando de tabaco, Carlos Santos – conhecido como o ‘Diabo de Gaia’ – foi ontem condenado a 4 anos e 2 meses de prisão efetiva. O conhecido adepto benfiquista foi um dos quatro arguidos condenados à cadeia no megaprocesso que levou a julgamento um total de 30 pessoas. Outros nove arguidos foram condenados a penas suspensas. Entre eles está Nelson Nery, agente da PSP do Porto que levou um ano e meio de pena suspensa por vender o tabaco. Tem de pagar 18 mil euros ao Estado no prazo de quatro meses ou vai preso.

O Tribunal de Vila Nova de Gaia aplicou ainda a seis arguidos penas de multa, que variaram entre os 800 e os 1000 euros. Os restantes onze envolvidos no processo acabaram absolvidos. Os arguidos têm de, no total, indemnizar o Estado português em 645 mil euros.

O esquema foi colocado em prática entre o final de 2008 e o início de 2010. O ‘Diabo de Gaia’, com a ajuda do arguido Albino Vinagre, introduziu em Portugal tabaco que vinha de Espanha. Não pagavam impostos, lesando o Estado. Algum do tabaco era contrafeito.

Carlos Santos Gaia PSP Tribunal de Vila Nova de Gaia Albino Vinagre contrabando
Ver comentários