Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Contrato de segurança fica por executar

A presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, lamentou que o Governo se assuma incapaz de concretizar o contrato local de segurança que visa sobretudo o bairro problemático da Bela Vista. Isto depois de a 16 de Maio o Ministério da Administração Interna (MAI) ter dado "por concluídas as tarefas para as quais está incumbido", justificando com a condição de gestão deste Governo.
3 de Junho de 2011 às 00:30
Maria das Dores Meira acusa Governo
Maria das Dores Meira acusa Governo FOTO: Rui Minderico

Maria das Dores Meira disse que o Governo "acabou por abandonar o processo no momento em que estavam praticamente reunidas todas as condições para tomar decisões". A autarca vai mais longe: "Uma vez mais utilizaram-se os contratos locais de segurança apenas como instrumento de gestão política de matérias tão sensíveis como a segurança", disse.

"O Governo nunca esteve interessado em resolver os reais problemas da Bela Vista, mas sim apenas em alienar responsabilidades pesadas", disse a presidente.

SETÚBAL SEGURANÇA ADMINISTRAÇÃO INTERNA MINISTÉRIO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)