Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Copiloto morre em casa após sobreviver a despenhamento no Gerês

Maximiliano Breton estava a recuperar dos ferimentos graves sofridos no acidente com o Canadair, na localidade de Babilafuente, próxima da cidade de Salamanca.
Miguel Curado 22 de Setembro de 2020 às 08:18
Canadair destruído após despenhar-se em encosta íngreme
Canadair destruído após despenhar-se em encosta íngreme FOTO: Direitos Reservados
O copiloto espanhol de 39 anos, que sofreu ferimentos graves em sequência do despenhamento do avião de combate a fogos Canadair ocorrido a 8 de agosto, no Parque Nacional da Peneda-Gerês, e no qual morreu o piloto português Jorge Jardim, de 65 anos, morreu esta segunda-feira na casa dos pais.

Maximiliano Breton estava a recuperar dos ferimentos graves sofridos no acidente com o Canadair, na localidade de Babilafuente, próxima da cidade de Salamanca. O cadáver vai agora ser autopsiado, para se apurar a causa da morte.
Copiloto Parque Nacional da Peneda-Gerês Canadair Jorge Jardim acidentes e desastres
Ver comentários