Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Coronavírus adia julgamento de ex-presidente da AUSTRA

Em causa está o facto do advogado do arguido ser residente e ter escritório profissional em Felgueiras.
João Nuno Pepino 10 de Março de 2020 às 11:21
Justiça
Justiça
Justiça
Justiça
Justiça
Justiça

O início do julgamento de Fernando Fernandes, o ex-presidente do conselho de administração da Associação de Utilizadores do Sistema de Tratamento de Águas Residuais (AUSTRA) de Alcanena que está acusado por ter desviado cerca de 960 mil euros, foi adiado na manhã desta terça-feira, 10 de março, com base no plano de contingência do Coronavírus.

Em causa está o facto do advogado do arguido ser residente e ter escritório profissional em Felgueiras, um dos concelhos do norte do país onde está identificado um surto epidemiológico associado ao COVID-19.

Apesar de não apresentar qualquer sintomatologia específica associada à doença, o advogado, no exercício da sua atividade contatou várias pessoas que têm empresas sediadas no local onde se propagou o vírus, segundo explica o próprio no requerimento que entregou ao processo, a pedir o adiamento da sessão.

O requerimento foi aceite pelo juiz titular do processo, que invocou existirem "razões objetivas de falta de condições de segurança e saúde pública para a realização da diligência processual", tendo marcado nova data para o próximo dia 14 de abril.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)