Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Corpo de maquinista desaparecido em Castro Daire encontrado ao 6º dia

Estava a três quilómetros do local onde foi localizada a retroescavadora. Sobe para três o número de vítimas da tempestade 'Elsa' em Portugal.
Tiago Virgílio Pereira 26 de Dezembro de 2019 às 01:30
António Pereira morreu quando fazia trabalhos de limpeza
Corpo de maquinista desaparecido em Castro Daire encontrado ao 6º dia
António Pereira morreu quando fazia trabalhos de limpeza
Corpo de maquinista desaparecido em Castro Daire encontrado ao 6º dia
António Pereira morreu quando fazia trabalhos de limpeza
Corpo de maquinista desaparecido em Castro Daire encontrado ao 6º dia
Ao sexto dia de buscas foi encontrado nas águas do rio Paiva, em Castro Daire, o corpo de António Ferreira Pereira, de 56 anos, funcionário do município que foi "empurrado" para o rio quando manobrava uma retroescavadora, após um deslizamento de terras, durante a passagem da depressão ‘Elsa’. Com a confirmação desta morte, sobe para três o número de vítimas que resultaram da tempestade. Duas no concelho de Castro Daire.

A retroescavadora foi localizada na tarde de segunda-feira, mas ainda não foi retirada das águas do rio Paiva. Segundo apurou o CM, a operação deve acontecer durante o dia desta quinta-feira.

Na manhã do dia 24 foi localizado um corpo a cerca de três quilómetros do local onde havia sido encontrada a máquina. Ao início da tarde, chegou a confirmação de que se tratava de António Pereira. O corpo foi depois removido para o gabinete médico-legal do hospital de Viseu para ser autopsiado.
"Era um funcionário experiente e exemplar e muito querido por todos. É uma perda não só para o município, mas para todo o concelho", lamentou Paulo Almeida, presidente da Câmara de Castro Daire.

O funcionário da autarquia foi mobilizado para proceder a trabalhos de limpeza da EN2. Num piso superior deu-se um aluimento de terras. Caíram pedras, terra e entulho que empurraram a máquina e o homem para o rio, a uma altura de cerca de 50 metros. Nos dias seguintes, os trabalhos de socorro foram tímidos devido às condições climatéricas adversas que se mantiveram até ao início desta semana.

Pormenores
Binómios da GNR
A GNR colocou no terreno cães capazes de reconhecer odores em meio subaquático de forma a ajudar a localizar o corpo do funcionário da Câmara de Castro Daire, que caiu ao rio na quinta-feira.

Apoio à família
Desde o dia da tragédia que os familiares de António Pereira têm recebido apoio psicológico, quer por parte dos psicólogos do INEM, quer por elementos ligados ao município de Castro Daire.

Primeira vítima
Na tarde de quinta-feira, um homem de 61 anos deslocou-se a um anexo para tratar do fumeiro, em Codeçais, Castro Daire, quando a estrutura desabou e fez com que a vítima ficasse soterrada.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)