Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Corpo sem sinais de morte violenta

Cadáver do homem, de 59 anos, estava enterrado numa quinta em Linhares da Beira.
P.G. 11 de Fevereiro de 2017 às 09:39
Quinta onde o corpo do homem estava enterrado. O cadáver foi encontrado com a ajuda de um georradar
Cadáver do homem, de 59 anos, estava enterrado numa quinta em Linhares da Beira
Quinta onde o corpo do homem estava enterrado. O cadáver foi encontrado com a ajuda de um georradar
Cadáver do homem, de 59 anos, estava enterrado numa quinta em Linhares da Beira
Quinta onde o corpo do homem estava enterrado. O cadáver foi encontrado com a ajuda de um georradar
Cadáver do homem, de 59 anos, estava enterrado numa quinta em Linhares da Beira
A autópsia ao corpo do homem, de 59 anos, enterrado numa quinta em Linhares da Beira, Celorico da Beira, não revelou indícios de morte violenta, mas a PJ da Guarda ainda aguarda os resultados dos exames toxicológicos.

A mulher, de 46 anos, escocesa, continua detida por suspeita de profanação de cadáver, por ter enterrado o marido no jardim, e vai ser julgada em processo sumário.

O homem, que sofria de uma doença oncológica, estava desaparecido desde setembro.

As causas da morte não estão totalmente esclarecidas, mas a PJ acredita que tenha sido vítima de morte natural.
Linhares da Beira Celorico da Beira PJ Guarda morte
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)