Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Cozinheiro condenado a três anos de prisão por perseguir ex-namorado em Coimbra

Considerado pelo Ministério Público como "possessivo e controlador", o arguido fica ainda proibido de contactar a vítima.
Paula Gonçalves 14 de Outubro de 2021 às 08:41
Violência doméstica
Violência doméstica
Um cozinheiro, de 52 anos, foi na quarta-feira condenado pelo Tribunal de Coimbra a uma pena de três anos de prisão, suspensa por quatro, por violência doméstica contra o ex-namorado, um médico.

O arguido fica ainda proibido de contactar a vítima. Considerado pelo Ministério Público como "ciumento, possessivo e controlador", o arguido era acusado de se aproveitar do ascendente económico que tinha sobre o então namorado para o pressionar e fazer chantagem.
Tribunal de Coimbra crime lei e justiça questões sociais violência perseguição cozinheiro prisão médico
Ver comentários