Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Crianças passam o Natal longe da família biológica

Longe da família biológica, as crianças da Aldeia SOS de Bicesse (Cascais) já sonham com a consoada. A menos de uma semana da ceia de Natal, já começaram os preparativos na casa de Dalcina Martins, a mulher que há 27 anos aceitou fazer as vezes de mãe dos meninos retirados judicialmente à família biológica .
22 de Dezembro de 2008 às 00:30
Em Bicesse estão institucionalizadas 56 crianças na Aldeia SOS
Em Bicesse estão institucionalizadas 56 crianças na Aldeia SOS FOTO: Miguel A. Lopes

Em Bicesse vivem actualmente 56 crianças em dez casas. Cada pequena vivenda tem uma mãe social, sempre presente. Na Casa Gulbenkian, Dalcina é mãe de oito meninos. Na noite de dia 24 podem ser 25 à mesa. "Começamos a preparar o Natal com alguma antecedência. Nessa noite vêm muitos que já cá não estão e alguns até trazem as famílias", diz sorridente a mãe de 53 anos. Além da troca de prendas, os meninos vão dar as boas festas aos ‘vizinhos’, que moram nas outras nove casas da aldeia.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)