Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Crianças retiradas de infantário por suspeitas de maus tratos

Os pais das crianças que frequentavam a creche e jardim de infância PinhôBrinca, em Viseu, retiraram os seus filhos da instituição por suspeitas de maus tratos físicos e psicológicos.
13 de Janeiro de 2011 às 19:22
Funcionárias do infantário davam banho às crianças de água fria
Funcionárias do infantário davam banho às crianças de água fria FOTO: Marta Vitorino

Desde o final do mês de Dezembro que 15 crianças foram retiradas da PinhôBrinca, de acordo com a mãe de uma criança que requentava a instituição.

"Alguns pais ficaram a saber, através de antigas funcionárias da PinhôBrinca,  que foram dados banhos de água fria a crianças, como forma de as castigar  por não estarem a portar-se bem", descreveu a progenitora, que não se quis identificar por medo de represálias.

De acordo com a mesma fonte, a direcção justificou esta prática como sendo pedagógica e utilizada em muitos países para acalmar as crianças.

"Se era pedagógico, porque não informaram os pais?", questionou a mãe,  acrescentando à agência Lusa que "as crianças que se recusassem a comer eram ameaçadas com um jarro de água, que lhes seria vertido na cabeça". 

Já a proprietária do infantário, Tânia Oliveira, considerou que a denúncia feita pelos pais “é mentira” alegando que “o assunto será tratado em local próprio”.

Fonte da Segurança Social afirma que ainda não foi apresentada uma queixa formas mas que “a situação está a ser analisada”.

Infantário Creche maus-tratos Viseu
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)