Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

D. Jorge mantém presidência

O arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, deve ser reeleito no próximo mês de Abril para mais um mandato de três anos à frente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP).
12 de Fevereiro de 2008 às 00:30
A reeleição do prelado bracarense dá continuidade a uma tradição muito antiga, e nunca quebrada, de manter um bispo sempre dois mandatos no cargo de presidente da CEP e do seu Conselho Permanente.
Desta vez, alguns prelados ainda avançaram com a ideia de convidar novamente D. José Policarpo, já que, por limite de idade, esta era a derradeira oportunidade que o cardeal tinha para presidir à CEP. No entanto, a maioria entendeu que o precedente poderia ter “consequências desagradáveis” no futuro e optou por manter a tradição.
Na Conferência Episcopal, para além de D. Jorge Ortiga, devem manter-se também D. António Montes, bispo de Bragança-Miranda, como vice-presidente, e D. Carlos Azevedo, auxiliar de Lisboa, como secretário e porta-voz.
No organograma da CEP devem subir alguns degraus o bispo do Porto, D. Manuel Clemente, e o novo arcebispo de Évora, D. José Alves.
O assunto deve ser abordado na reunião do Conselho Permanente, marcada para hoje em Fátima.
PERFIL
A menos de um mês de completar 64 anos de idade e mais de 20 anos depois de ter sido ordenado bispo, D. Jorge Ortiga prepara-se para presidir por mais três anos (até Abril de 2011) à Conferência Episcopal Portuguesa, cargo para que foi eleito em 2005. Em 2009, perfaz dez anos como arcebispo primaz de Braga.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)