Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

“Dá-me o ouro senão mato-te” (COM VÍDEO)

Uma mulher de 70 anos foi atacada por um ladrão armado que lhe roubou 40 euros e a agrediu com a coronha de uma pistola por não ter ouro em casa, na rua Padre Virgílio Lopes, em Viseu.
12 de Março de 2011 às 00:30
Maria Adélia Marques, de 70 anos, foi atacada por um ladrão que actuou disfarçado com um capacete
Maria Adélia Marques, de 70 anos, foi atacada por um ladrão que actuou disfarçado com um capacete FOTO: Nuno André Ferreira

"Dá-me o ouro senão mato-te!", gritou o assaltante várias vezes para Maria Adélia Marques, na quinta-feira, quando a vítima fazia o almoço. O ladrão chegou numa vespa e atacou-a com o capacete na cabeça. "Ele perguntou por dinheiro e ouro. Fui à carteira buscar duas notas de 20 euros e dei-lhas", descreve Maria Adélia. Mas o ladrão não ficou satisfeito apenas com o dinheiro e pediu mais. "Queria que lhe desse o ouro mas disse-lhe várias vezes que não tinha ouro em casa", adianta a vítima. Nessa altura, o assaltante deu-lhe várias coronhadas na cabeça, que provocaram golpes profundos no couro cabeludo.

Sempre com a pistola apontada na direcção da idosa, o ladrão, que aparentava 20 anos, agrediu-a até à chegada de uma vizinha. "Ele ouviu a vizinha a falar e fugiu para a vespa, parecia um foguete", refere Maria Adélia, que reside na mesma casa há 42 anos e este foi o primeiro assalto. A PSP investiga o caso e procura localizar o ladrão. A vítima foi assistida pelo INEM e transportada ao Hospital de Viseu, onde foi suturada com 12 pontos na cabeça.

assalto viseu idosa ataque
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)