Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

“Dá o dinheiro ou a tua filha morre”, disse assaltante a vítimas

Gang armado invade casa à noite e leva família a viver terror.
Ágata Rodrigues 25 de Novembro de 2017 às 09:43
A carregar o vídeo ...
“Dá o dinheiro ou a tua filha morre”
"Apontaram-me uma arma ao pescoço quando estava deitada na cama. Pensei que ia morrer ali. Só gritavam: ‘Ou dás o dinheiro todo ou a tua filha morre. Ela está na mala do nosso carro’". A descrição é de Amélia Dantas, de 65 anos, que foi, com o marido, Moisés, de 67, surpreendida em casa por três encapuzados e armados, na noite de quinta-feira, em Oleiros, Vila Verde. Após 20 minutos de terror, levaram cerca de cinco mil euros e diversas joias.

Invadiram a casa por volta das 23h00, pela loja Móveis Dantas, anexa à residência. E logo manietaram o casal.

"O meu marido estava na casa de banho. Arrastaram-no e forçaram-no a abrir o cofre, mas ainda diziam que tínhamos mais dinheiro. Bateram-lhe na cabeça com um relógio de mesa e foram buscar uma faca e tentaram cortar-lhe os dedos. Foi o inferno", contou Amélia, que tentou, sem sucesso, impedir os assaltantes de levarem a aliança de casamento.

"Repetiam que, se não déssemos, a minha filha era atirada ao rio".

Só mais tarde é que o casal verificou que a filha - a viver noutra casa - não esteve em perigo.
Amélia Dantas Moisés Vila Verde Oleiros assalto gang roubo ladrões assaltantes crime
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)