Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Decisão sobre incêndios de Pedrógão Grande revelada a 13 de setembro

Magalhães e Silva foi o último advogado a alegar e pediu a absolvição dos 11 arguidos.
Isabel Jordão 2 de Junho de 2022 às 08:55
A carregar o vídeo ...
Decisão sobre incêndios de Pedrógão Grande revelada a 13 de setembro
O julgamento relativo aos incêndios de Pedrógão Grande, que em junho de 2017 causaram 66 mortos e mais de 250 feridos, terminou esta quarta-feira, no Tribunal de Leiria, e a leitura do acórdão será dia 13 de setembro.

A juíza presidente, Maria Clara Santos, justificou a leitura da decisão para depois das férias "judiciais e pessoais" dos juízes que integram o coletivo com a "complexidade dos autos e das questões de Direito" e com a "profusão da prova testemunhal, pericial e documental produzida" ao longo das 62 audiências de julgamento.

Magalhães e Silva foi o último advogado a alegar e pediu a absolvição dos 11 arguidos. Disse que o julgamento "não devia ter existido: os dois topos do Estado (Marcelo e Costa) são responsáveis por estarmos aqui".
Pedrógão Grande Tribunal de Leiria questões sociais crime lei e justiça julgamentos tribunal
Ver comentários