Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

DEFICIENTES VÃO A BANHOS

O Algarve começa a revelar uma cada vez maior preocupação para com as pessoas portadoras de deficiência física, as quais, até há pouco tempo atrás, estavam quase impedidas de usufruir dos prazeres oferecidos pelas praias da região, devido à falta de equipamentos que lhes permitisse tomar banhos de mar.
4 de Julho de 2002 às 00:01
Depois de, no ano passado, as praias de Alvor e Monte Gordo terem posto a funcionar um espécie de carrinho - o chamado tiralot - que permite a deslocação na areia e flutua dentro de água, agora é a vez de Lagos contar também com um equipamento do género nas praias de Porto de Mós e Luz.

Esta iniciativa, que vai ao encontro das necessidades de muitos cidadãos residentes no concelho e de turistas, é desenvolvida pelas respectivas Juntas de Freguesia e por instituições de solidariedade social, designadamente o Núcleo de Educação da Criança Inadaptada e o Centro de Assistência Social Lucinda Anino dos Santos/Casa de Santo Amaro, com o apoio da Câmara Municipal.

Refira-se que, como já acontece em Alvor, o conhecimento por parte de pessoas com deficiência ou dos seus familiares da existência destes equipamentos leva a que haja uma procura cada vez maior, tendência que, naturalmente, se deverá acentuar no decurso dos próximos dois meses.

Os banhos de mar das pessoas com limitações físicas que necessitem de utilizar o tiralot são acompanhados por monitores habilitados para o efeito.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)